Conselho de Pastoral Paroquial (CPP)

Composto de coordenadores ou presidentes das pastorais, movimentos e associações paroquiais. Auxilia o pároco em questões pastorais. São encarregados de comunicar a seus grupos as deliberações do Conselho quanto ao andamento da comunidade paroquial. É um espaço livre e democrático onde os pontos de vista são respeitados, sob o discernimento do Presidente do Conselho. O CPP reúne-se mensalmente. Dois de seus membros participam do Conselho de Pastoral da Forania a que pertencemos, São José do Calafate.

Quais são os objetivos do Conselho Pastoral Paroquial?


1- Assumir, responsavelmente, a missão e ação da Igreja.
2- Incentivar e planejar a ação pastoral e evangelizadora da paróquia e comunidade, de forma evangélica e participativa, zelando pelo bom andamento das pastorais e movimentos.
3- Refletir, de modo permanente, com a comunidade e liderança, o caminho da comunhão.
4- Resolver juntos os problemas que aparecem.
5- Criar comunhão com a Comunidade / Paróquia / Comunidades Irmãs / Região Pastoral e Arquidiocese.
6- Organizar e dinamizar a formação global da comunidade.
7- Assumir e fazer acontecer o Plano de Pastoral da Arquidiocese e da Paróquia.
8- Integrar os movimentos no Plano de Pastoral e no calendário da Paróquia / Comunidades Irmãs / Região Pastoral e Diocese.


O Conselho Pastoral Paroquial é...

1- Um Conselho de iguais: não há chefe, nem presidente. Há, sim, um articulador.
2- Um Conselho vivo, de pessoas ativas, conscientes, responsáveis, participativas, sabendo que todos é a Igreja. Por isso, preocupar-se-á com a formação da comunidade cristã, das lideranças e com toda a vida da comunidade.
3- Um Conselho representativo das diversas atividades e funções que existem na comunidade: um representante de cada Bloco de Pastoral,
4- Um Conselho que vai promover a ligação das Comunidades com a Paróquia / Comunidades Irmãs / Região Pastoral / Diocese e a Igreja Universal, para que a comunidade não fique isolada.
5- Um Conselho que estará atento aos problemas da vida e realidade do povo, para que a comunidade seja luz, sal e fermento.
6- Um conselho que promove, na Comunidade, as normas e decisões da nossa Arquidiocese e Forania.