Manuscritos Autobiográficos

 "Fui eu quem teve a iniciativa de propor essa publicação (a História de uma Alma) depois da morte dela.

Ao reler os manuscritos que tinha em mãos, tive a impressão de possuir um tesouro que poderia ajudar muito às almas"

(Madre Inês, por ocasião do Processo Ordinário)


 

 

 

Manuscrito "A"  Manuscrito "B" Manuscrito "C"
A vós, querida Madre, que sois duplamente minha mãe, quero confiar a história de minha alma... Ó querida Irmã! pedis para eu vos dar uma recordação do meu retiro, retiro que, talvez, seja ó último... Madre bem-amada, manifestastes-me o desejo de que eu termine de cantar convosco as Misericórdias do Senhor.